quinta-feira, maio 19

Brincar



Faz três meses que estou participando do Projeto Brincar,oferecido pela Fundação Volkswagem em parceria com o CENPEC-
Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária- e secretarias
municipais de educação.
 Deste projeto participam 14 municípios ,G14,todos do interior de SP,sendo Arealva o município formador.
Através do Brincar conheci a poeta e arte-educadora Selma Maria que é quem ministra os encontros,as oficinas.Ela é um amor de pessoa,inteligente,criativa...
Para quem não sabe ela já publicou 2 livros:

 Pequeno Tratado de Brinquedos para Meninos Quietos

e

Isso Isso



Serão 12 encontros,onde poderei conhecer as outras participantes,já que a turma é formada por 43 profissionais.
Estou adorando as atividades,o brincar,isto é o novo olhar...

Abaixo mais informações sobre o Projeto.




Brincar

O brinquedo e a brincadeira na infância
As crianças brincam. Para apreender o mundo e seus significados e para adaptar sua realidade a seus desejos mais profundos. A brincadeira, de roda, de regra, simbólica, individual ou em grupo, é vital para um desenvolvimento sadio e completo. Com a criança indo cada vez mais cedo para a escola, o espaço da brincadeira desloca-se para lá. O projeto Brincar foi desenvolvido para os profissionais que trabalham com essas crianças.

O que é?
O projeto Brincar é uma proposta de formação de educadores para o aprimoramento de suas práticas com relação ao desenvolvimento de atividades lúdicas, expressivas e recreativas com as crianças. O repertório de brincadeiras, o faz de conta, os valores que emergem e são construídos no brincar, a interação adulto-criança e criança-criança, o acervo de brinquedos, o tempo e o espaço do brincar, a articulação da unidade educacional com outros espaços e instituições da comunidade, são conteúdos da formação.


Quais os objetivos?
- Formar educadores para o aprimoramento de suas práticas em relação à brincadeira infantil, compreendendo a importância do brincar para o pleno desenvolvimento da criança;

- Ampliar o repertório de brincadeiras com referências da cultura popular;

- Promover a reflexão sobre o tempo e o espaço destinados ao brincar;

- Conhecer e valorizar a cultura local;

- Articular os espaços educacionais públicos aos demais espaços da comunidade, ampliando e criando melhores condições de brincadeiras para o público infantil desse território.


Para quem?
Profissionais de educação e técnicos dos órgãos municipais de educação, agentes
sociais e voluntários que trabalham com crianças.

KKKKKKK...

Quase Morri de Rir!

As imagens falam por si,


mas eu não resisto em comentar:

é ou não é um verdadeiro conto de fadas?



A fonte eu não sei, mas essas imagens estão correndo mundo...

terça-feira, maio 10

Livrinhos:Festa Junina e Grãozinho de Milho

Em minha escola já estamos pensando em como iremos trabalhar a Festa Junina,as atividades,músicas,decorações,etc.
Temos como objetivo valorizar o homem da roça,sem caricaturas,resgatar as brincadeiras,os alimentos e principalmente oferecer recursos para manter vivas as tradições brasileiras.
No ano passado, enfocamos as músicas,as brincadeiras de roda.

Estes livrinhos abaixo,tenho arquivados em meu pc já a algum tempo,recebi dos grupos em que participava... Estou a procura de novidades! 
























quarta-feira, maio 4

A,B.C,D...

Poderá gostar também:

Related Posts with Thumbnails

Leia com atenção!


Algumas atividades postadas neste Blog não são de minha autoria. Elas foram retiradas de várias fontes, tanto na Internet, quanto em livros. Caso forem encontradas aqui, alguma atividade de sua autoria, ficaria imensamente feliz em dar os devidos créditos. É só deixar um recadinho em um dos links de comentários. Abraços! Professora Monica Ramalho

Filhos

Filhos